Informe os dados de acesso para entrar na área do assinante.

Mais que pandemia e guerra: alta demanda global é a maior causa da escassez de contêineres

 

Publicado em 18/07/2022

Executivos da Comexport, Santos Brasil e Maersk avaliaram o cenário e as repercussões no preço do frete brasileiro; manter a estabilidade das operações exigirá cautela do setor

Por Christian Presa


Foto: Sung Woo Kim / Shutterstock

Apesar de a pandemia de Covid-19 ter acentuado a escassez de contêineres no mundo, esse problema não é exatamente novo. Há de se ressaltar que, antes da crise sanitária que impactou as cadeias de suprimento ao redor do globo – e ainda tem reflexos bem significativos, se considerados os lockdowns que vez ou outra ganham força na China e repercutem no mundo –, o cenário também é reflexo de questões como a mudança na legislação do diesel na Europa e a alta demanda nos países desenvolvidos, como os Estados Unidos.

Pelo menos é o que diz Rodrigo Guerra, CFO da Comexport. De acordo com o especialista no assunto, o aumento da demanda nos EUA é, provavelmente, o efeito mais grave de todos. “[No auge da pandemia] houve um aumento de mais de 30% no consumo americano, causado pelo fato de as pessoas terem ido para casa e aumentado o consumo de produtos em detrimento do consumo de serviços”, explicou.

Continuação para assinantes. Faça seu login...
Conteúdo completo exclusivo para assinantes. Faça seu login de assinante

Não é assinante? Continue lendo com acesso ilimitado.
Além de receber todos os outros benefícios da assinatura.

1 ANO DE ASSINATURA

POR APENAS R$ 39,00 / MÊS no cartão
ou R$468,00 à vista

 

Veja também: