LogTalk LogTalk

O que é Logística Reversa?

Imagem de O que é Logística Reversa?

A logística reversa é uma prática cada vez mais comum em empresas e indústrias, que buscam reduzir o impacto ambiental de suas atividades e atender às exigências legais e normativas. Falar sobre logística reversa é importante porque se trata de um processo fundamental para garantir a sustentabilidade e a preservação do meio ambiente.

A logística reversa consiste em um conjunto de atividades cujo objetivo é recolher, transportar e dar destino adequado aos produtos e materiais descartados pela sociedade, de forma que possam ser reutilizados, reciclados ou descartados de forma segura.

Segundo o Governo Federal, a logística reversa tem avançado no Brasil e contribuído para a preservação ambiental. Em 2020, o país bateu recorde reciclando 97,4% das latas de alumínio que entraram no mercado, segundo dados do setor.

Entenda o que é logística reversa, como ela funciona e qual a importância.

O QUE É LOGÍSTICA REVERSA?

Logística reversa é o processo de planejamento, implementação e controle do fluxo de materiais, produtos e informações, do ponto de consumo ao ponto de origem, para recuperar, reciclar ou descartar de forma ambientalmente adequada os resíduos sólidos gerados durante todo o ciclo de vida dos produtos.

Em outras palavras, a logística reversa é responsável por gerenciar todo o processo de retorno de produtos, embalagens e outros materiais ao ciclo produtivo, para que eles possam ser reutilizados, reciclados ou descartados corretamente. Ela envolve a coleta, transporte, armazenamento, triagem, tratamento e disposição final desses resíduos, garantindo que eles sejam descartados de forma segura e sustentável.

EXEMPLOS DE LOGÍSTICA REVERSA

Um exemplo comum de Logística Reversa é a coleta e reciclagem de embalagens de plástico. Após o consumo dos produtos embalados, as embalagens de plástico são coletadas por empresas especializadas em reciclagem, que as transportam para seus centros de triagem e processamento.

Nesses centros, as embalagens são separadas por tipo de plástico e, em seguida, limpas, trituradas e derretidas para produzir grânulos de plástico reciclado. Esses grânulos podem ser utilizados para fabricar novas embalagens, reduzindo a necessidade de produzir plástico virgem e diminuindo os impactos ambientais associados à extração e produção de matéria-prima.

Outro exemplo é a coleta de produtos eletrônicos usados, que contêm materiais como metais pesados e componentes tóxicos que podem contaminar o solo e a água se descartados incorretamente. Empresas especializadas em Logística Reversa de eletrônicos coletam esses produtos e os transportam para centros de triagem, onde os materiais são separados para reciclagem ou descarte adequado, reduzindo os impactos ambientais e promovendo a sustentabilidade.

COMO FUNCIONA A LOGÍSTICA REVERSA?

A logística reversa é um processo que visa coletar, transportar e reciclar ou descartar adequadamente produtos e materiais após o consumo ou a venda, para minimizar o impacto ambiental. Esse processo pode incluir a coleta de produtos danificados, a devolução de produtos pelo cliente, a recuperação de materiais para reciclagem, entre outras ações.

A logística reversa pode ser um processo complexo e desafiador, mas é essencial para minimizar o impacto ambiental dos produtos e materiais que consumimos. Ao devolver produtos para reciclagem ou descarte adequado, podemos ajudar a proteger o meio ambiente e garantir um futuro mais sustentável para todos.

QUAIS OS BENEFÍCIOS LOGÍSTICA REVERSA?

A logística reversa é um processo que visa coletar, transportar e reciclar ou descartar adequadamente produtos e materiais após o consumo ou a venda, para minimizar o impacto ambiental. Esse processo pode incluir a coleta de produtos danificados, a devolução de produtos pelo cliente, a recuperação de materiais para reciclagem, entre outras ações.

A logística reversa é a gestão de produtos após o consumo, que envolve a coleta, transporte, tratamento e disposição de produtos e materiais após o uso do consumidor. Os benefícios da logística reversa incluem:

Redução de resíduos: A logística reversa permite a recuperação e o tratamento de resíduos, reduzindo a quantidade de materiais descartados em aterros sanitários.

Economia de recursos: A reutilização e a reciclagem de materiais na logística reversa permitem economizar recursos naturais, reduzindo a extração de matérias-primas.

Melhoria da imagem da empresa: O uso da logística reversa pode aumentar a reputação e a imagem da empresa, demonstrando seu comprometimento com a sustentabilidade e responsabilidade social.

Redução de custos: A logística reversa pode reduzir os custos de produção, uma vez que a recuperação de materiais pode reduzir a necessidade de novas aquisições.

Conformidade legal: Em muitos países, a logística reversa é obrigatória para certos tipos de produtos, portanto, sua implementação pode ajudar as empresas a cumprir as regulamentações ambientais.

Oportunidades de negócios: A logística reversa pode criar novas oportunidades de negócios, incluindo a venda de produtos recuperados ou reciclados e a prestação de serviços de gerenciamento de resíduos para outras empresas.

ETAPAS DA LOGÍSTICA REVERSA

A logística reversa é o processo de planejamento, implementação e controle do fluxo de matérias-primas, produtos acabados e resíduos, desde o ponto de consumo até o ponto de origem. As etapas da logística reversa podem variar dependendo da indústria e do tipo de produto, mas geralmente incluem as seguintes:

Coleta: Consiste em coletar os produtos ou materiais usados pelos consumidores, seja por meio de pontos de coleta ou pela devolução dos produtos em lojas, e armazená-los para posterior processamento.

Classificação: Uma vez coletados, os produtos ou materiais são classificados conforme o tipo e estado em que se encontram. Essa classificação permite separar os materiais reutilizáveis dos resíduos que serão descartados.

Desmontagem: Os produtos que podem ser reutilizados ou reciclados são desmontados e separados em seus componentes. Essa etapa requer um processo de desmontagem cuidadoso para garantir que os componentes possam ser reutilizados ou reciclados com segurança.

Processamento: Os materiais separados são processados de acordo com sua finalidade. Alguns materiais podem ser reutilizados na produção de novos produtos, enquanto outros são reciclados ou tratados para eliminação.

Distribuição: Os materiais processados são distribuídos para os destinatários finais, como fabricantes ou empresas de reciclagem, para poderem ser reutilizados ou reciclados.

Disposição final: Os resíduos que não podem ser reutilizados ou reciclados são dispostos de maneira adequada e segura para o meio ambiente. Isso pode envolver a incineração de resíduos perigosos ou a disposição em aterros sanitários.

Exclusivo e Inteligente

Mantenha-se atualizado em Logística e Supply Chain

Saiba mais

 

Veja também:

Publicidade

 

 

nstech - calculadora torre
nstech cast / logística decifrada
Norcoast
Catálogo/plataforma