Assinatura Assinatura

BBM Logística registra receita líquida de R$ 380,4 milhões no segundo trimestre de 2023

Publicado em 16/08/2023

Apesar de desafios como elevação de juros, baixo crescimento da economia e escassez de crédito no mercado no período, companhia relevou ter perspectivas positivas para o próximo trimestre

Por Redação

BBM Logística registra receita líquida de R$ 380,4 milhões no segundo trimestre de 2023
 Companhia relevou ter perspectivas positivas para o próximo trimestre (Foto: Divulgação)

A BBM Logística encerrou o segundo trimestre de 2023 com R$ 380,4 milhões em receita líquida. Entre os destaques do resultado de abril a junho estão o Ebitda de R$ 39,4 milhões (35,5% superior ao mesmo período do ano passado), geração de caixa que atingiu R$ 71,7 milhões — quase o triplo dos R$ 25,3 milhões do 2T22 — e ROIC consolidado de 15,3% (avanço de 12,9 pontos percentuais sobre o mesmo período).

Segundo análise da companhia, a geração operacional de caixa da BBM, de R$ 71,7 milhões, é resultante dos esforços para a melhoria da eficiência operacional e redução do ciclo de conversão de caixa. Isso manteve o caixa estável ao longo dos últimos trimestres e a alavancagem segue sua rota de redução. A alavancagem, medida pela relação dívida líquida/Ebitda, foi reduzida em relação ao trimestre anterior e passou de 2,78x no 1T23 para 2,56x no 2T23.

Em relação ao desempenho operacional, o EBITDA foi positivamente impactado por receitas não operacionais. Já o EBIT totalizou R$ 6,6 milhões, mais que o dobro na comparação com igual período do ano anterior.

TRIMESTRE DESAFIADOR E PERSPECTIVAS DE MELHORIA

Em nota, a companhia afirmou que o segundo trimestre de 2023 foi desafiador para a BBM em função do ambiente macroeconômico adverso, tendo como principais reflexos os elevados juros reais, o baixo crescimento da economia — em especial do setor industrial — e a escassez do crédito no mercado.

“Além do cenário macroeconômico, a companhia promoveu um churn forçado da carteira de clientes, quando alguns deles vinham apresentando dificuldades de honrar suas obrigações e, como previsto, desmobilizou um contrato de transporte de madeira”, explicou a BBM.

As perspectivas para o próximo trimestre são de evolução do cenário macroeconômico, com o primeiro corte nas taxas de juro, projeções econômicas apontando elevação da taxa de crescimento e mercado de crédito dando os primeiros sinais de certa melhoria. Internamente, a companhia segue buscando o crescimento das operações e melhoria de performance.

“Vários novos contratos foram fechados no último trimestre e a expectativa é que o volume de negócios cresça substancialmente, permitindo uma melhor diluição dos custos fixos e, consequentemente, aumento das margens operacionais”, disse Antonio Wrobleski, presidente da BBM Logística.

PIPELINE AQUECIDO E PROJEÇÃO DE CRESCIMENTO

O pipeline comercial se manteve aquecido com a conquista de 938 novos negócios, que adicionaram R$ 75 milhões de faturamento no trimestre, sendo que a maior parte da receita de novos negócios somente deve ser adicionada à Receita Líquida da Companhia a partir do segundo semestre.

A companhia conta, ainda, com cerca de R$ 200 milhões de backlog de receita de negócios em implantação ou em ramp-up. No segmento de transporte, o nível de serviço prestado se manteve em patamares bastante elevados nesse trimestre, com uma retenção de carteira acima de 97%.

Para o presidente da BBM, a companhia segue firme em sua trajetória de crescimento. “Apesar de o 2T23 ter se mostrado bastante desafiador, a perspectiva da Administração, com base nas diversas iniciativas e no trabalho e persistência da liderança, é que, ao longo dos próximos trimestres, a BBM siga seu processo de crescimento, ganho de eficiência e melhoria significativa dos seus resultados”, destacou Wrobleski.