Assinatura Premium Assinatura Premium

goFlux anuncia FIDC de R$ 30 milhões para financiar transportadoras

Publicado em 29/02/2024

Com o objetivo de ampliar a oferta de crédito e reduzir custos, a goFlux planeja até R$ 1 bilhão de antecipações dentro da plataforma em 2024

Por Redação


A goFlux ampliará a oferta de crédito das mais de três mil transportadoras cadastradas (Foto: Shutterstock)

A goFlux, logtech que desenvolve soluções de tecnologia, inteligência e produtos financeiros para o mercado de transporte rodoviário, anunciou a criação de um Fundo de Investimentos em Direitos Creditórios (FIDC) de R$ 30 milhões, exclusivos para o setor, em parceria com Opea e Brave Asset. O recurso estará disponível na plataforma 100% digital da empresa, o goFlux naConta.

Com o FIDC, a goFlux ampliará a oferta de crédito para melhorar a relação de fluxo de caixa das mais de três mil transportadoras cadastradas pela companhia. De acordo com Pedro Azevedo, CFO da goFlux, o FIDC trará facilidades operacionais, já que todas as transações de frete serão integralmente fechadas dentro da plataforma da empresa.

“Com esse controle de dados conseguiremos proporcionar conforto para o mercado financeiro sobre a validade e qualidade das transações que serão antecipadas, explica. “Utilizamos a inteligência da nossa ferramenta a favor de um processo robusto na análise de crédito e concessão de limites”.

Em comunicado à imprensa, a goFlux disse que concluiu o ano de 2023 com mais de R$ 7 bilhões em transações de frete dentro da plataforma. Para 2024, a logtech planeja fazer a antecipação de recebíveis para as transportadoras na casa de R$ 1 bilhão e assim atingir a meta de R$ 12 bilhões de transações de fretes no sistema. “Quando a gente fala em antecipar este montante, estamos sendo conservadores, pois não estamos considerando nem 10% do potencial da própria plataforma”, apontou Azevedo.