LogTalk LogTalk

Pamcary lança serviço para alertar caminhoneiros e transportadores sobre interrupções nas rodovias

Publicado em 08/02/2024

Condutores são informados sobre desmoronamentos, alagamentos, previsão de temporais e interdições nas estradas; segundo a companhia, a ferramenta possibilita estabelecer itinerários mais seguros

Por Redação


Durante as paradas no itinerário, também poderão replanejar a rota a partir das atualizações enviadas pela torre (Foto: Shutterstock)

A Pamcary anunciou o lançamento do “Painel de Interdições e Bloqueios do TRC”, um serviço que utiliza a torre de controle da empresa para gerar informações aos transportadores e motoristas de caminhões sobre interdições e bloqueios nas estradas.

Os caminhoneiros conectados à torre terão disponível um link, que pode ser acessado por telefone celular ou pelo site da Pamcary, para traçar a rota de viagem sabendo quais são e onde estão os pontos interditados. Durante as paradas no itinerário, também poderão replanejar a rota a partir das atualizações enviadas pela torre.

Segundo a empresa, ao acessar o painel, o motorista verá um mapa interativo com todas as informações e alertas dos incidentes por região. O painel é didático e possibilita que o motorista fique ciente de uma ocorrência em algum ponto do itinerário, informe sua central ou seu gestor e mude de percurso para prosseguir em segurança e sem prejuízos.


Painel de Interdições e Bloqueios (Foto: Reprodução Pamcary)

“Além de interativo, o mapa tem as informações por rodovia e por estado. Todas as 40 filiais da Pamcary e motoristas amigos abastecem a torre com informações”, explicou Marcio Honda, gerente de riscos da Pamcary.

UTILIDADE PARA MOTORISTAS E TRANSPORTADORAS

De acordo com Honda, o desenvolvimento do “Painel de Interdições e Bloqueios do TRC” é fruto da necessidade de clientes, percepção das frequentes situações de bloqueios e mudanças climáticas. “As transportadoras estavam se manifestando sobre a necessidade de desenvolvermos esse sistema de alerta e visualização sobre quedas de barreiras nas rodovias. Até então, as informações fornecidas eram pontuais, sem evolução nem continuidade”, disse.