Informe os dados de acesso para entrar na área do assinante.

Primeira plataforma para calcular emissão de CO2 no transporte rodoviário é lançada no Brasil

 

Publicado em 21/07/2022

Premissa da Siga Verde é viabilizar negócios sustentáveis e alinhados às demandas globais de sustentabilidade; projeto é uma parceria entre a Raster, o instituto Via Green e a fintech Extratta

Por Christian Presa, com informações de Assessoria de Imprensa


Foto: Divulgação

A Raster, especialista em gerenciamento de risco e logística, firmou parceria com o instituto de pesquisa Via Green para oferecer a primeira plataforma brasileira de cálculo de emissão de CO2 no transporte rodoviário. Intitulada Siga Verde, a iniciativa foi lançada no dia 14 de julho, em São Paulo (SP), e tem o apoio da Extratta, fintech especializada em pagamentos eletrônicos

No anúncio, representantes do projeto afirmaram que a premissa é viabilizar negócios mais sustentáveis e de acordo com a sociedade atual, que demanda por boas práticas no transporte alinhadas à redução de custos, aumento na oferta de crédito e crescimento de credibilidade.

De acordo com o CEO da Raster, Andrei Teo, o projeto surgiu a partir de uma dimensão real em relação às emissões de carbono por parte do transporte rodoviário de cargas.

“Como podemos fazer para expandir um negócio sem agredir o meio ambiente? Vimos na prática que existiam outras etapas anteriores e é justamente o que estamos propondo, com empresas parceiras que compartilham a mesma visão sobre o futuro da logística.” – Andrei Teo, CEO da Raster.

O executivo explicou que a metodologia para determinar com precisão a emissão de CO? da frota considera o porte do caminhão, a distância percorrida, a potência do veículo, o peso da carga e as condições da estrada. “Com essas informações, já se consegue descobrir a quantidade de CO? emitido. E a partir do resultado, é possível quantificar, por exemplo, a equivalência das emissões que poderão ser compensadas diretamente na plataforma ou através de parceiros da própria empresa”, descreveu.

“Estamos muito felizes em fazer parte desse projeto com a Raster, na construção de uma solução de sustentabilidade para o mercado, que vai proporcionar uma gestão ambiental para as empresas de uma forma simplificada, além de uma conscientização sobre o tema”, declarou Conrado Bertoluzzi, CEO da ViaGreen.

O CEO da Extratta, Odivan Faccin explica que a empresa apoia o projeto Siga Verde por ambas as iniciativas se alinharem em relação à propósito e negócio. “Futuras features do Siga Verde, como a retroalimentação do consumo real de combustível, já estão em roadmap, para que possamos evoluir a plataforma, que deve ser viva e dinâmica.”

Para entender como fazer o cálculo, basta acessar o site oficial da Siga Verde.

ALINHAMENTO COM DEMANDA GLOBAL

Os cálculos utilizados no SigaVerde estão alinhados com os termos da Global Logistics Emissions Council (GLEC), metodologia aplicada à logística para neutralizar a emissão de toda cadeia logística terrestre no Brasil e América Latina.

O projeto apresenta três dimensões iniciais:

  • Transportadores, que foca na medição direta com precisão de CO2 por viagem;
  • Embarcadores, que terão acesso aos dados consolidados no portal de sustentabilidade;
  • Gestão, reduzindo a emissão de CO2.

 

Veja também: