Assinatura Assinatura

AVESO nasce com o objetivo de incentivar inovação em soluções de startups brasileiras

Publicado em 05/12/2022

Plataforma tem o intuito de impulsionar um ecossistema colaborativo baseado em tecnologia e inovação para startups, com o apoio de especialistas e investidores

Por Aclizio Valério, com informações de Assessoria de Imprensa


Foto: Divulgação

Nasceu no último trimestre de 2022 a AVESO, fundo especializado que foi criado por Adriana Chaves, Antonio Grandini, Bruno Pina, Paulo Roberto Bertaglia e Vinícius Serrano. Os profissionais uniram experiências nas áreas de Inovação, Operações, ESG e Consultoria com o objetivo de impulsionar um ecossistema colaborativo baseado em tecnologia e inovação para startups.

Paulo Roberto Bertaglia, um dos fundadores, explicou as competências e os objetivos do projeto. "Nascemos com o objetivo de transformar a vida de nossas investidas compartilhando seu capital intelectual em gestão operacional de negócios, estratégia de inovação e de ESG [a partir do] nosso amplo, consolidado e qualificado network, competências técnicas, operacionais e financeiras que nos permitem atuar como conselheiros, consultores e gestores junto das empresas."

“Temos entregas robustas para os três principais interlocutores em uma jornada de inovação: a startup, o investidor e a empresa", completou  Bruno Pina, CEO e fundador da AVESO, quais são os pilares a serem atingidos.

De acordo com os criadores da plataforma, os empreendedores podem ter oportunidades de executar ideias em um ambiente seguro, usando venture capital como forma de oferecer oportunidade para criação e inovação. Para Adriana Chaves, fundadora da AVESO, as inovações tem que acontecer de forma sustentável e alinhadas ao mercado, fazendo o projeto ser diferenciado e disruptivo.

O sistema ainda busca startups que resolvam, usando os critérios de ESG, os principais problemas da cadeia de valor de operações. A plataforma possui, ainda, especialistas parceiros para a captação de investidores, como a Tompkins Ventures, empresa americana que possui 480 investidores na rede de relacionamento e 80 profissionais com experiência em operações em 25 países.

“Estamos buscando fundadores que querem aumentar a maturidade das suas startups e executivos que entenderam que soluções tradicionais não resolvem mais seus problemas e acreditam que tecnologia irá transformar seu negócio”, apontou Antonio Grandini, um dos fundadores da corporação.

De acordo com Vinícius Serrano, um dos especialistas da AVESO, o fundo pretende se posicionar em investimentos entre Seed e Série A e os investidos estão animados com a proposta. “Neste momento, nossos contatos estão sendo com VC’s internacionais que têm interesse no setor e no Brasil. Eles têm compreensão de que a nossa tese mitiga riscos e é uma excelente alternativa à crise das techs.”