LogTalk LogTalk

R$ 1,5 bilhão: GLP Capital Partners vende 12 ativos logísticos no Brasil

Publicado em 07/02/2024

Segundo a companhia, ativos estão 100% locados para empresas de destaque no Brasil e no mundo; propriedades vendidas estão maioritariamente localizadas em áreas-chave no estado de São Paulo

Por Redação

R$ 1,5 bilhão: GLP Capital Partners vende 12 ativos logísticos no Brasil
As propriedades vendidas estão maioritariamente localizadas em áreas-chave no estado de São Paulo (Foto: Divulgação)

A GLP Capital Partners (GCP) anunciou a venda de 12 ativos logísticos que pertencem a dois fundos geridos pela gestora no Brasil. São duas transações separadas, totalizando 642 mil m² de área bruta locável (ABL) e um valor total de aproximadamente R$ 1,5 bilhão. As propriedades vendidas estão maioritariamente localizadas em áreas-chave no estado de São Paulo.

Segundo a companhia, os ativos estão 100% locados para empresas de destaque no Brasil e no mundo, abrangendo diversos setores da economia, incluindo operadores nacionais e internacionais líderes nas indústrias farmacêuticas, de varejo, logística e de bens de consumo.

“A venda desses 12 ativos é resultado do nosso foco em melhorar a atratividade dos ativos para o mercado institucional e está alinhada com nossos esforços contínuos para monetizar e reciclar capital para nossos parceiros”, afirmou Ralf Wessel, Global Head of Fundraising da GLP Capital Partners.

O presidente da GLP Capital Partners no Brasil, Mauro Dias, destacou que os fundamentos do mercado logístico brasileiro permanecem muito atraentes. “Apesar do clima macroeconômico desafiador, continuamos a observar altos níveis de demanda dos ocupantes pelos melhores espaços logísticos. Essas transações reforçam a capacidade da nossa equipe de identificar e entregar as oportunidades certas nas melhores localizações, onde podemos utilizar nossas experiências de desenvolvimento e gestão de ativos para gerar valor."

A GCP é uma gestora global de investimentos especializada na aquisição, gestão e desenvolvimento de ativos imobiliários e investimentos em tecnologias relacionadas. A empresa possui US$ 126 bilhões — R$ 625,2 bilhões, em conversão direta — em ativos sob gestão (AuM) em fundos de real estate e de private equity.