LogTalk LogTalk

DACHSER incorpora exoesqueleto na operação logística

Publicado em 21/10/2022

Com redução de até 30kg de peso nos serviços manuais de esforço físico, o equipamento traz benefícios para o funcionamento dos armazéns e para a saúde dos funcionários

Por Aclizio Valério, com informações de Assessoria de Imprensa


Foto: Divulgação

A DACHSER anunciou a incorporação de exoesqueletos na operação logística, estratégia que reduziu a necessidade de força humana nos armazéns. Por meio dos equipamentos robóticos, a empresa identificou diminuição de até 30kg no peso carregado em atividades como empacotamento e coleta de itens. Com isso, foi possível obter ganhos em segurança e ergonomia.

Desde 2019, a empresa testa os exoesqueletos passivos, compostos por sistemas mecânicos. A partir de testes e aprimoramentos, a tecnologia evoluiu para os exoesqueletos ativos, chamados de “Cray X”, que possuem motores robóticos induzidos por uma bateria.

Produzidos pela empresa alemã German Bionic, os exoesqueletos ativos foram usados de forma experimental no centro de logística da DACHSER em Magdeburg, na Alemanha. Após os testes, o feedback foi positivo.

“Nossos funcionários se beneficiam aliviando o manuseio de cargas pesadas, bem como da estabilização ergonômica do corpo”, explicou Thomas Klare, Head of Corporate Contract Logistics da DACHSER. “Isso gera vantagens a longo prazo também, desde que os exoesqueletos previnem esforços excessivos e acidentes de trabalho que poderiam ser prejudiciais à saúde.”

De acordo com o executivo, a perspectiva da empresa é incorporar a tecnologia em outros armazéns da rede nos próximos anos. “Nosso uso dos exoesqueletos ativos é uma impressionante demonstração de como a tecnologia moderna não só torna as tarefas mais fáceis, como também pode ter impactos positivos à saúde dos profissionais da área de logística a longo prazo.”