Assinatura Premium Assinatura Premium

Logística reversa de óleo ajuda Grupo Madero a faturar R$ 220 mil por mês

Publicado em 07/07/2023

Em parceria com a BSBIOS firmada em março deste ano, rede de restaurantes tornou o insumo 100% reciclável e prevê o recolhimento de 55 mil litros de óleo de cozinha usados por mês

Por Redação

Logística reversa de óleo ajuda Grupo Madero a faturar R$ 220 mil por mês
A rede de restaurantes tornou o insumo 100% reciclável (Foto: Shutterstock)

O Grupo Madero transformou o descarte correto do óleo de cozinha usado em uma fonte de receita mensal de aproximadamente R$ 220 mil. Em parceria com a BSBIOS firmada em março deste ano, a rede de restaurantes tornou o insumo 100% reciclável a partir do contrato de compra e venda.

Antes da parceria, era desembolsado cerca de R$ 150 mil para o abandono adequado e ecológico do óleo de cozinha. O contrato prevê o recolhimento de 55 mil litros do insumo por mês e envolve os 275 restaurantes do Grupo Madero, incluindo Madero Container, Madero Steak House e Jeronimo Burger, em todo o país.

Segundo o grupo, a matéria-prima residual é destinada para a produção de biodiesel, configurando um modelo de economia circular — quando o desenvolvimento sustentável se dá por meio de modelos de negócios que priorizam insumos recicláveis e renováveis.

Os resíduos são reservados, cumprindo os requisitos da regulamentação vigente, e são recolhidos pelos mesmos veículos que abastecem os restaurantes com suprimentos, conforme explicou o Grupo Madero O óleo utilizado retorna à cozinha central da rede de restaurantes, em Ponta Grossa (PR), de onde segue para a unidade da BSBIOS em Marialva (PR).

“O resíduo do óleo de cozinha industrial é um item potencialmente poluidor quando descartado de maneira inadequada, sendo necessárias alternativas que possibilitem a sua reciclagem. Por isso, a parceria com a BSBios neste processo de logística reversa é importante para promovermos equilíbrio não só ambiental, mas também econômico”, citou Junior Durski, CEO do Grupo Madero.

LOGÍSTICA EFICIENTE E SUSTENTÁVEL

De acordo com o Madero, o grupo também possui uma logística eficiente e sustentável, com um processo verticalizado que envolve a produção e transporte de insumos a partir da cozinha central em Ponta Grossa. A empresa realiza a entrega para todas as unidades do grupo, utilizando sua própria frota.

Isso porque a logística do transporte dos insumos apresenta desafios devido à sensibilidade dos produtos orgânicos à temperatura. Por isso, controlam a temperatura durante o trajeto.

Os caminhões transportam três tipos de produtos: congelados, resfriados e secos, incluindo itens como guardanapos, uniformes e pratos. As cabines refrigeradas possuem divisórias para separação dos diferentes tipos de produtos. Segundo a empresa, a maioria dos produtos é transportada em engradados sustentáveis, que podem ser reutilizados.