Assinatura Assinatura

UX Group vai integrar o grupo de parceiros SPN da Amazon

Publicado em 05/04/2023

Com a parceria, os sellers que operam fora do estado de São Paulo poderão estar perto das operações Amazon por meio da UX Fulfillment, além de ganharem mais relevância no site da gigante americana

Por Redação

UX Group vai integrar o grupo de parceiros SPN da Amazon
Com a parceria, os clientes da UX passarão a dispor de benefícios do programa em dos CDs da companhia (Foto: Divulgação)

A UX Group assinou contrato com a Amazon para que a sua vertical de fulfillment, denominada UX FF, seja parte da Rede de Provedores de Serviço (SPN, ou Service Provider Network, em inglês) da rede de e-commerce. O SPN reúne fornecedores de confiança para auxiliar os lojistas em diversas etapas do comércio eletrônico, além de melhorar a performance dentro do ecossistema da Amazon.

Segundo a empresa, os sellers que operam fora do estado de São Paulo poderão estar perto das operações Amazon por meio da UX Fulfillment. A principal vantagem, além da qualidade dos serviços, é que os vendedores ganham mais relevância em vendas no site Amazon por fazerem parte do FBA.

O projeto também tem o intuito de aproximar os lojistas das regiões distantes de São Paulo às operações de fulfillment de FBA da Amazon. O programa está presente em diversos países e que atende milhares de vendedores parceiros.

“Por meio do FBA, o lojista consegue delegar a embalagem, a entrega do produto e o pós-vendas para a própria Amazon, contando com mais tempo para se dedicar totalmente ao gerenciamento da loja e a criar estratégias de venda”, explicou Eneas Zamboni, CEO da UX Group.

Com a parceria, os clientes da UX passarão a dispor de benefícios do programa em dos CDs da companhia, situados na grande São Paulo. Atualmente, a logtech possui 24 mil metros quadrados disponíveis para que os sellers possam armazenar produtos com qualidade e também próximos ao FBA da Amazon.

Segundo Zamboni, a principal vantagem é a credibilidade da Amazon perante os consumidores. “O marketplace é referência quando o assunto são compras online e entrega rápida. Ao participar do programa, os vendedores conseguem aproveitar essa reputação para que seus clientes se sintam seguros", observou o CEO.

O executivo revela que, na Estrela10, loja de departamentos virtual e em um dos clientes que já atua dentro do modelo de fulfillment com uma operação em itens selecionados, o roll on de vendas aumentou 400% em relação ao modelo convencional. “A expectativa é que cresça ainda mais depois da parceria estabelecida com a Amazon”, ressaltou.