LogTalk LogTalk

Banco Mercedes-Benz anuncia condições de financiamento para caminhões e vans

Publicado em 20/06/2023

Campanha tem taxa de juros a partir de 1,37% ao mês para operações de Crédito Direto ao Consumidor (CDC), com o prazo total de 72 meses e entrada mínima de 20% para Pessoa Física e Jurídica

Por Redação

Banco Mercedes-Benz anuncia condições de financiamento para caminhões e vans
Segundo comunicado da Mercedes-Benz do Brasil, todas as condições são válidas até o dia 30 de junho (Foto: Divulgação)

O Banco Mercedes-Benz do Brasil anunciou novas condições para aquisição de caminhões Euro 5 e Euro 6 da marca. A campanha tem taxa de juros a partir de 1,37% ao mês para operações de Crédito Direto ao Consumidor (CDC), com o prazo total de 72 meses e entrada mínima de 20% para Pessoa Física e Jurídica, mediante contratação de seguro prestamista e seguro do veículo por meio da Mercedes-Benz Corretora de Seguros.

Para as vans zero quilômetro, o BMB tem taxa de juros a partir de 0% pelo CDC, com o prazo de 12 meses e entrada mínima de 70% para Pessoa Física e Jurídica. A campanha é válida para os modelos: Chassis 516 Extra Longo Teto Baixo; Furgão Street 315 Longo Teto Baixo, Longo e Extra Longo Teto Alto; Furgão 416 Longa Teto Alto e Furgão 417 Longa Teto Alto 0km; Van 517 Extra Longo Teto Alto.

Segundo comunicado da Mercedes-Benz do Brasil, todas as condições são válidas até o dia 30 de junho.

MERCADO EM AQUECIMENTO

Segundo a Agência Brasil, apesar de a fabricação de caminhões ter caído 28,8% no primeiro trimestre de 2023, com a fabricação de 24,5 mil unidades, as vendas aumentaram 6,6% no período, na comparação com 2022, com o emplacamento de 28,6 mil unidades.

Já as vendas de novas cotas do segmento de veículos pesados registraram recorde histórico nas vendas em 2022, de acordo com a Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios. Foram 285.906 novas aquisições, entre janeiro e novembro de 2022, um crescimento de 73% em relação ao mesmo período de 2021.

Recentemente, o Governo Federal lançou um programa para tornar viável a redução do preço de automóveis e de incentivo à renovação da frota de carros, caminhões e ônibus. Serão destinados R$ 1,5 bilhão para as duas frentes, sendo R$ 500 milhões para os automóveis de passeio e R$ 1 bi para a troca de ônibus e caminhões.